Liberdade e tradição sem esquecer do cuidado com o futuro

Capital Moto Week se destaca por ações de reflorestamento e consumo sustentável.

Edição de 2022 ocorrerá de 21 a 30 de julho.

 

A Granja do Torto é cenário de belezas naturais e palco do maior festival de motociclismo da América Latina. O Capital Moto Week arrasta uma verdadeira legião de apaixonados por moto e rock, com público médio de 750 mil pessoas e mais de 300 mil motos circulando em uma cidade construída do zero.

Um ambiente capaz de abrigar 25 Maracanãs tem espaço cativo para ações de proteção ambiental. Desde 2017, o festival conseguiu separar um total de 73,2 toneladas de resíduos destinados a reciclagem e compostagem. No mesmo período, mais 16 mil árvores nativas do Cerrado foram plantadas em terreno próximo às margens da estrutura de 250 mil metros quadrados montada para receber a Cidade do Motociclista. O trabalho contínuo da organização do festival garantiu aos moradores da região um bosque, que não para de ser ampliado. "O Moto Week não é apenas sobre asfalto, motor e óleo. Cultivamos um estilo de vida que dialoga diretamente com ações ambientais e de preservação. Precisamos do meio ambiente para cultivar histórias", avaliou Pedro Affonso Franco, um dos organizadores do festival.

Nos 10 dias contínuos de programação são usados copos sustentáveis que evitam, a cada edição, a utilização de mais de 1 milhao de copos descartáveis.

Rumo ao Lixo Zero
Mais de 2,6 toneladas de carbono foram neutralizadas somente nas três últimas edições. Para este ano, o Capital Moto Week fechou, mais uma vez, parceria com a ONG Neutralize Carbono, empresa pioneira na neutralização de emissões com créditos de carbono. A expectativa é que em 2022 seja conquistado o selo de Lixo Zero. Na última edição, em 2019, o número atingiu *78,16% de destinação correta dos resíduos. Para este ano, com campanhas de conscientização e ações sustentáveis, a expectativa é de ultrapassar os 90% necessários para receber o título. 

Outra ação é o recolhimento de lixo eletrônico e, consequentemente, a preservação do solo a partir do descarte correto de resíduos. “Na última edição, antes da pandemia,  recebemos meia tonelada de lixo eletrônico e conseguimos doar computadores recondicionados para incentivar as inclusões digitais em escolas públicas”, conta Juliana Jacinto, organizadora do festival.

#Sovendosovindo
Tome nota! De 21 a 30 de julho, a 17° edição do Capital Moto Week contará com mais de 70 bandas, entre atrações conhecidas por todo público como Capital Inicial, Pitty, Raimundos, Paralamas do Sucesso, Biquini Cavadão, DeadFish, Blitz e Detonautas. 

Ingressos para pedestres no site https://www.bilheteriadigital.com

 

Assessoria de imprensa
Oficina Consultoria - Grupo In Press
Camila Vidal - (61) 99556-2827
E-mail: imprensa@capitalmotoweek.com.br